sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Horta de Principiante

Quando vi que tinha um espaço suficiente para montar uma pequena horta em casa, fucei o máximo de sites que falavam sobre o assunto. Vi milhares de fotos e sonhei com a mais magnífica das hortas. Esta empolgação me trouxe a energia necessária para dar cabo ao projeto.

Se está pensando em começar a sua horta urbana, meu conselho mais sincero é: Vá com calma. O processo é quase uma terapia. O planejamento pode ser tranquilo e o projeto de médio prazo. Quanto mais você idealizar o seu cantinho, mais mudanças evitará no futuro.

Mesmo que você não seja bom em desenho, pegue papel e lápis e desenhe a planta de sua futura horta. Você pode criar vários esboços e eliminar os menos atraentes depois.

Pesquise na internet modelos de hortas pequenas, e salve em seu computador ou celular os que mais te agrada.

Veja quanto pode investir, e permita que seu sonho se enquadre a este limite.

Pesquise modelos de vasos, bacias e outros vasilhames. Se conhece um bom marceneiro, pense na possibilidade de fazer cochos de madeira. Se entende um pouco de marcenaria, você pode economizar muito e fazer seus próprios cachepôs e canteiros.

Converse com outras pessoas que tenham horta. Veja quais os prós e os contras. Se não encontrar ninguém, visite uma boa floricultura ou horto e tire suas dúvidas.

Identifique o tipo de horta que mais lhe será útil.

Veja o que mais consome em casa: verduras, legumes, temperos... Escolha poucas variedades de plantas e cultive só o que realmente irá consumir. 
Pesquise sobre as plantas que podem ser cultivadas em conjunto. Mas a princípio é bom deixar as espécies diferentes separadas. 

Quando for dar início ao projeto, coloque a mão na massa. Aceite ajuda para montar a estrutura, mas procure se sujar com a terra, montar os vasos e canteiros, fazer a primeira rega... seja o autor de sua obra.

Quando adquirir um pouquinho de experiência, tenha em mente que ninguém sabe de tudo. É preciso humildade para trabalhar com terra e plantas. Lembre-se sempre que você está trabalhando com vidas. Chegará um momento que a intuição falará mais alto, é o momento em que você estará harmonizado com suas plantas. Só de olhar perceberá as necessidades de cada planta. Geralmente esta é a fase em que as pessoas passarão a te procurar para pedir conselhos.