sábado, 9 de abril de 2016

Capuchinha: Beleza, Sabor e Cura na Sua Horta

A capuchinha é uma flor comestível (se cultivada sem agrotóxicos). Também é conhecida como agrião do méxico, chagas e flor do sangue (segundo a medicina popular a planta é anti anêmica). Ela favorece o desenvolvimento da horta, pois assim como a crotalária, repele nematóides, vermes que atacam e matam as plantas.

As folhas da capuchinha lembram o agrião ou pequeninas folhas de abóbora. As flores são de cores fortes, aromáticas,  e parecidas com amor perfeito. Seus benefícios são o auxílio no tratamento da anemia, age como antibiótico natural que não destrói a flora intestinal, facilita o emagrecimento, pois possui mirosina, um enzima que queima gorduras.

Como plantar: 
Pode ser cultivada através de sementes ou mudas. As sementes são vendidas em supermercados ou casas agropecuárias. Germinam rápido e de 6 a 8 semanas já produzem as primeiras flores.

  • Escolha vasos ou sementeiras e encha com terra adubada.
  • Faça sulcos de 1 cm e distanciamento de 5 cm e semeie 2 sementes pro sulco.
  • Posicione o vaso em local que bata sol pela manhã e boa luminosidade a tarde.
  • Regue com borrifador quando a terra estiver seca.
  • Quando a planta estiver forte, transplante-a para seu lugar definitivo, que deve ter boa incidência solar.

As flores da capuchinha são consumidas na forma de salada.