quarta-feira, 6 de abril de 2016

O Perigo da Troca de Mudas

É comum, ao visitar outras hortas, se deparar com espécies de cultivares diferentes dos que temos em casa. Então geralmente não resistimos e pedimos ao proprietário uma mudinha para acrescentarmos a nossa horta.

Comum? Sim. Inofensivo? Nem tanto... A troca de mudas de uma horta para outra pode esconder um problema capaz de prejudicar todo o canteiro. O solo é um veículo para proliferação de microrganismos causadores de doenças e pragas. É um alojamento para vermes, fungos e bactérias, além de larvas e sementes de ervas daninhas. Estes elementos indesejáveis instalam-se principalmente nas raízes das plantas e, ao ao entrarem em contato com outro solo, durante a troca de mudas, pode contaminá-lo e você terá um trabalhão para torná-lo saudável novamente.

Então, preste muita atenção quando for doar ou receber uma nova mudinha. Observe atentamente o local de onde a muda foi retirada, e veja se é limpo e bem cuidado, sem ervas daninhas ou entulhos. Certifique-se se as plantas são saudáveis, de cores fortes e viçosas. Nunca escolha uma muda cuja horta possua plantas com manchas, verrugas ou outras características que sugiram doenças. Pode parecer exagero, mas depois de introduzidas em uma nova área, as doenças e pragas são muito difíceis de serem controladas.